Campus Party debate pirataria e internet

Palestrante critica distorção de fatos em prol da indústria

Por Tiago Alcantara em 22/01/2011


"Você já cantou Parabéns a você em um local público? Já assistiu a um filme com mais de 10 pessoas na sala? Já emprestou um livro para mais de 2 pessoas. Então você é um pirata" - Esta é uma das mensagens passadas por Alberto J. Azevedo em sua palestra na Campus Party.

Jack Sparrow, Bob Marley e os piratas...

A palestra do líder do projeto Security Experts Team e Consultor de Segurança usou do bom humor, fatos do cotidiano e até filosofia Vulcana para despertar os cidadãos para seus direitos e liberdades. Foram exibidas frases de Bob Marley e até um trecho de Piratas do Caribe.



Azevedo caprichou na fantasia para transmitir pensamento sobre a pirataria de arquivos

Durante a conversa, Azevedo criticou a distorção dos órgãos reguladores de direitos na indústria e a criação de restrições no uso como o DRM, espécie de bloqueio para controle de CDs, DVDs e outros. "Tenho um panfleto que diz que gente que morreu na enchente por causa da pirataria. Que a minha rua não é asfaltada, pois comprei um produto pirata", contou o especialista em segurança.

Outro ponto abordado durante o debate foi a vigilância que fabricantes podem obter - o que afronta os direitos do cidadão, além da "perversão do copyright". "A indústria fonográfica não quer evoluir. Só que as coisas mudaram", afirmou.

Defenda seus direitos 

A grande lição deixada pela discussão foi que os consumidores devem lutar por sua liberdade e que deve compartilhar seus arquivos como uma forma de se defender. Além de comprar produtos originais sempre que os preços não forem abusivos. Depois dessa, certamente o pessoal trocou arquivos via DC++ com muito mais orgulho aqui na #cpbr4 =D

Links relacionados

Fonte(s)
Imagens
| URL curta

Comentários ()


}