Seu carro não está livre dos perigos do malware

Pesquisa nos Estados Unidos aponta que o Bluetooth e até o sistema de som podem ser usados como brecha de segurança

Por Rubens Haruo Eishima em 15/03/2011


Pesquisadores das Universidades de Washington e da Califórnia publicaram um estudo que revela o perigo da disseminação de softwares maliciosos nos sistemas eletrônicos de carros.

Não é de hoje que os carros incluem sistemas eletrônicos para monitoramento do motor, velocidade, comportamento e até rastreamento, mas algumas das maneiras usadas pelos pesquisadores chegam a impressionar pela sua facilidade de implementação.

Maneiras tradicionais para se invadir a parte eletrônica, e até controlar algumas funções do automóvel, geralmente envolvem uma conexão com a rede (barramento) de comunicação interna do carro, normalmente feita com equipamentos que se encontram nas oficinas mais modernas. Um experimento usando este método mostrou em 2009 que é possível alterar o hodômetro (que registra a quilometragem do veículo), travar as portas e até desligar o motor.

Arquivos de música podem entregar o controle de seu carro a bandidos. (foto: acordova)

Arquivos de música podem entregar o controle de seu carro a bandidos. (foto: acordova)

Desta vez, implantaram códigos em um arquivo MP3 gravado em CD que, quando executado no sistema de som do carro (cujo modelo não foi revelado), alterou o firmware do sistema eletrônico do automóvel. Outras técnicas envolveram o uso de redes de telefonia celular - alguns carros já oferecem conectividade 3G - e Bluetooth.

Mesmo assim, ainda não é hora de encomendar um anti-vírus para o seu possante. Devido à complexidade técnica envolvida, os pesquisadores não acreditam que estas técnicas de invasão possam ser aplicadas em um futuro próximo, mas querem alertar os fabricantes e usuários sobre os riscos.

Apesar disso, não deixa de ser perturbador pensar que uma música enviada por um amigo pode permitir que um bandido desligue o motor do seu carro, identifique o modelo, ano e pegue suas coordenadas no GPS.

Links relacionados

Fonte(s)
Imagens
| URL curta

Comentários ()


}