Tudo que você precisa saber sobre o MKV

Este ambicioso formato permite agregar diferentes dados em um arquivo único e é cada vez mais comum na rede. Saiba como rodar os arquivos em MKV no seu computador

Por Equipe SD em 16/11/2011


Quem está acostumado a fazer o download de vídeos pela internet provavelmente já se deparou com arquivos em MKV. Também chamado de Matroska Multimedia Container, o formato é inspirado nas bonecas russas, também conhecidas por babushka. O brinquedo é famoso por conter diversas bonecas, de vários tamanhos, guardadas umas dentro das outras.

O MKV tem se tornado mais popular. E a ambição de seus desenvolvedores é grande. A iniciativa pretende tornar o formato universal para execução de arquivos de vídeo. Dentre os diferenciais que podem levá-lo a esta posição está a capacidade de sincronização diferentes dados de vídeo, áudio, títulos e legendas em apenas um arquivo.

MKV usa o conceito das bonecas babuskas: várias informações em um envelope único
 MKV tem o mesmo das babuskas, várias informações em um envelope único

Um container, não um codec

O MKV é baseado em EMBL (extensible binary meta language), que é um derivado binário do XML. Mas, antes é preciso explicar que o Matroska não é um codec, formato de compressão de áudio e vídeo e, sim, um container/envelope aonde o usuário pode agrupar vários arquivos stream de vídeo, áudio e legendas. Isto permite reunir um filme ou CD inteiro em apenas um arquivo.

O EMBL permite aos seus desenvolvedores ganhar vantagens na execução de formatos e extensões futuros. Dentre estas opções estão: velocidade na busca de arquivos, acesso à capítulos, suporte a tags, legendas/áudio/vídeo selecionável, continuidade da exibição (mesmo quando há algum dano no arquivo) e menus de DVD.

Como executar MKV na sua máquina

Diversos players já contam com o suporte ao formato MKV atualmente. Dentre eles é possível destacar nomes de programas bem conceituados no mercado e, o melhor de tudo, gratuitos. Dentre eles estão o VLC Media Player e o DivX, este último ainda conta com um conversor do formato embutido. Vale como curiosidade que o navegador Google Chrome também aceita e compreende o formato.

Pacotes de codec: os arquivos MKV no conforto do seu Windows Media Player

Pacotes de codec: os arquivos MKV no conforto do seu Windows Media Player

Para aquele usuário que não quer abrir mão do Windows Media Player ou do Winamp, que, no caso, não suportam o MKV nativamente, há um saída. Basta fazer o download de um pack de codecs para que tornar seu player compatível com o formato. Os pacotes mais completos e recomendados para a tarefa são o CCCP - Combined Community Codec Pack e o K-Lite Mega Codec Pack. Você ainda pode encontrar outras soluções para execução e manipulação de arquivos MKV aqui no Superdownloads.

Facilite o acesso no Windows

Apesar do crescimento de popularidade do formato, a maioria dos computadores com sistema operacional da Microsoft não mostra os thumbnails, ou miniaturas, de arquivos MKV por definição. Para evitar que este detalhe estético afaste novos usuários ou atrapalhe a seleção dos arquivos, você só precisa realizar alguns pequenos passos.

Um diferencial desta dica é que não há a necessidade de instalar um pacote completo de codecs para reproduzir MKV. Você precisará combinar duas soluções gratuitas: o LAV Filters, que permite a execução dos arquivos MKV e a extensão do Windows, Icaros. Esta última vai utilizar um filtro para adicionar as miniaturas ao Explorer. Você também precisa ter o .NET Framework 4 instalado.

  • Primeiro passo: é justamente a instalação do .NET Framework 4. Se você tem a mantém seu Windows 7 atualizado, provavelmente já tem o software instalado. Usuários dos Windows XP e Vista não poderão fugir do download.
  • Segundo passo: o download do LAV Filters (o software conta com versões 32 e 64bit)
  • Terceiro passo: instale o aplicativo. Comece selecionando todas as opções do LAV Splitter e LAV Video; pule a parte LAV audio. Se seu sistema é 64 bit haverá duas opções de cada um (x86 e x64); usuários 32 bit verão apenas uma entrada para cada opção.
  • Quarto passo: na opção "Use LAV Splitter (x86) for these file formats", selecione "Matroska" e remova a seleção de todas as outras caixas. Role a página, os usuários de 64 bit irão encontrar a seção "Use LAV Splitter (x64) for these file formats"; mais uma vez selecione apenas "Matroska", deixando as outras opções sem seleção. Mais uma rolagem e você encontra o título"Use LAV video for these codecs:". Aqui é possível deixar as caixas selecionadas como estão ou selecionar apenas "H.264/AVC1". Termine o processo de instalação. Em seguida, baixe e instale o Icaros.
  • Último passo: depois de instalado o Icaros, acesse C:\Program Files (x86)\Icaros\IcarosConfig.exe ou apenas faça uma busca desde o Menu Iniciar. Na tela de configuração, clique em "Activate Icaros" e pronto. Agora, suas pastas com MKV terão miniaturas destes arquivos.

Pronto, você já pode ver miniaturas dos vídeos em MKV

Pronto, você já pode ver miniaturas dos vídeos em MKV

Fora dos computadores, diversos produtores já tem players de Blu-ray e centros de mídia de televisores que dão suporte ao container Matroska, incluíndo a Asus, Panasonic, Samsung, Sharp, dentre outras. O que quer dizer que o plano do MKV de se tornar uma referência está na rota correta.

Links relacionados

| URL curta

Comentários ()


© Copyright 1998-2014 Grupo NZN | A empresa Privacidade Termos de uso Trabalhe conosco RSS Contato