RAM Disk: a técnica que pode acelerar seus programas e jogos usando a memória como HD virtual

Que tal usar a memória que está sobrando no PC para acelerar o sistema e demais programas instalados?

Por Felipe Augusto Cavalcante em 30/08/2012


Com a queda nos preços dos pentes de memória RAM, ficou cada vez mais comum ter no PC quantidades superiores a 8 GB. O problema é que nem sempre o Windows ou os programas normais fazem um bom uso desta grande quantidade, às vezes nem ao menos a utilizam; com exceção de ferramentas especiais para renderização 3D, edição ou conversão de vídeos e outras que realmente precisam de uma quantidade absurda de memória.

Se você não usa uma destas ferramentas especiais ou simplesmente não costuma usar dezenas de programas ao mesmo tempo, é possível que boa parte da memória esteja apenas criando teias de aranha. Para resolver esta situação, existem os chamados RAM Drives (RAM Disk), que são discos virtuais criados para aproveitar a memória RAM como um meio de armazenamento auxiliar.

Além de aproveitar o espaço não utilizado de memória, esta técnica oferece um disco virtual com velocidades de leitura e gravação muito superiores as de um HD convencional. Para se ter uma ideia deste poder, algumas ferramentas de medição de velocidade chegam a informar que o RAM Disk é 50 vezes mais veloz do que os HDs convencionais; em determinadas situações chega a ser até 300 vezes mais rápido.

Os números estão expressos em MB (MegaBytes), por isso quanto maior melhor

O Dataram RAMDisk

Este programa elimina toda a complexidade na criação de um RAM Drive, basta indicar a quantidade de memória que deseja usar em "Disk Size", clicar em "Start RAMDisk" e a nova unidade magicamente aparece no Windows Explorer para o uso. Caso deseje, é possível ainda escolher o tipo de formatação como FAT16, FAT32 ou Unformated; este último deixa a formatação para o gerenciador de discos do Windows.

Para não prejudicar a execução do Windows e de outros programas, é importante criar RAM Drives apenas quando se está com espaço sobrando na memória. Confira abaixo algumas sugestões de espaço, conforme a quantidade de memória que você tem no PC:

  • 1024 MB (1GB) reservado - em um PC com 4 GB de memória;
  • 2048 MB (1GB) reservado - em um PC com 6 GB de memória;
  • 4096 MB (4 GB) reservado - em um PC com 8 GB ou mais de memória.

Como o uso de memória no sistema varia de acordo com os hábitos do usuário, aconselhamos você a sempre observar se o PC não está fazendo muito acesso ao HD; fenômeno indicado pelo barulho de leitura e a luz piscando constantemente. Caso isto ocorra, balanceie a quantidade de memória até obter um bom desempenho.

A versão gratuita do Dataram RAMDisk permite alocar no máximo 4 GB para o disco virtual.

Armazenar como um HD verdadeiro

Você pode até pensar: "Ok, parece legal armazenar as coisas na memória RAM enquanto estiver usando, mas infelizmente tudo é perdido quando desliga o PC". Sim, você está certo, mas os desenvolvedores do RAMDisk pensaram nisto; é possível configurar o programa para salvar automaticamente o disco virtual no HD ao desligar a máquina, devolvendo todo o conteúdo para a memória na próxima inicialização do Windows.

Se quiser que o Dataram RAMDisk salve e recupere automaticamente a unidade virtual, siga os passos:

1. Abra a ferramenta e configure o espaço que deseja utilizar.

2. Acesse a aba "Load and Save" e marque a opção "Save Disk Image on Shutdown", para salvar a imagem do disco virtual sempre antes do programa fechar.

3. Caso precise, marque a opção "AutoSave", que faz um backup automático dos dados do RAM Disk no período desejado em segundos, cujo padrão é 300 (5 minutos).

Use este recurso apenas se o disco virtual armazenar informações que não podem ser perdidas. Mesmo assim, é recomendado não deixar o período de backup muito curto, do contrário poderá prejudicar o desempenho do PC com acesso desnecessário ao HD. 

4. Se estiver com o disco virtual já em execução, clique no botão "Stop RAMDisk" para interrompê-lo.

5. Volte para a aba "Settings", marque a opção "FAT32 Partition" e clique em "Start RAMDisk". Isso vai gerar um novo disco virtual e formatá-lo já com o padrão FAT32.

6. Clique na aba "Load and Save", depois e marque a opção "Load Disk Image at Startup". Com isso, a imagem de disco virtual será carregada a cada inicialização.

*Fique atento, pois se houver uma queda de energia todos os dados do RAM Drive ainda serão perdidos. Se for guardar coisas realmente importantes nele, é recomendado utilizar um nobreak no PC; lembrando que notebooks já não sofrem com este problema, graças a bateria.

RAM Drive na prática

Agora que você já está com seu RAM Disk configurado e pronto para usar, vamos citar situações interessantes para utilizá-lo:

1. Local temporário para descompactar, compactar ou dividir arquivos. Usando o drive armazenado na RAM para esta tarefa, evita-se que as informações passem diretamente para HD ou utilize ele para obter e gravar os arquivos durante o processo.

 

2. Acelerar a navegação instalando o próprio navegador Google Chrome na unidade virtual. Desta forma, a leitura ou gravação intensa de dados no HD não vai atrapalhar o carregamento das páginas e o processamento de códigos Javascript. Lembre-se de seguir os passos da guia "Quase um HD verdadeiro", do contrário você terá que instalar o navegador a cada uso.

*Nos testes, o navegador abriu e visitou as páginas de forma muito mais rápida.

 

3. Pasta temporária para edição, conversão e produção de vídeos. Direcione a sua ferramenta preferida para usar a unidade virtual como pasta temporária, evitando assim esbarrar na lentidão do HD. Obs: lembre-se que o tamanho do vídeo não pode exceder a quantidade de memória disponível na unidade virtual.

4. Instalar aquele jogo que usa o HD intensamente direto no disco virtual. Jogos como Minecraft Server, Arma II, Garry's Mod e vários outros podem ficar mais fluídos durante o período de jogatina, realizando acessos quase instantâneos ao HD virtual.

Dicas

  • Prefira deixar no disco virtual os programas e jogos que fazem uso mais intenso do HD;
  • É possível alterar o conteúdo do disco virtual a qualquer momento. Caso precise, crie várias imagens de discos virtuais conforme as suas necessidades;
  • Confira sempre no "Gerenciador de Tarefas" do Windows se realmente existe memória livre em sua máquina.

 

Curiosidade: A técnica de RAM Drive (RAM Disk) não é nova, foi implementada ainda nos tempos do MS-DOS para simular disquetes que, na verdade, estavam armazenados na memória RAM da máquina; isso já na década de 80.

Fonte(s)
Imagens
| URL curta

Comentários ()