Partições no HD: uma maneira simples de organizar e agilizar sua máquina

Aprenda em poucos passos como dividir seu disco rígido em diversas partes, aumentado a velocidade do seu computador e organizando seus arquivos

Por Bruno Iacona de Bello em 18/10/2012


Você já ouviu falar em particionamento de HD? É quando você divide o seu disco rígido em duas ou mais partes para gerenciá-las. Apesar de parecer desnecessário à primeira vista, esse é um método muito eficaz para garantir um espaço seguro na máquina, guardando dados separadamente do sistema operacional. Então caso aconteça algum problema com vírus, tela azul da morte ou qualquer outra coisa, você poderá reinstalar todos o sistema mas mantendo os dados mais importantes. Com ele também é possível separar os arquivos da máquina, fazendo com que o computador use memória somente para o que você está usando no momento. Isso melhora o desempenho do seu PC.

Esse método é diferente de resturação do sistema (que você pode conferir na nossa matéria especial sobre como criar pontos de restauração no seu sistema operacional). Particionar um disco rígido facilita na hora de fazer backups e organiza sua máquina também. Você pode fazer isso de duas maneiras: com a ajuda de programas ou manualmente.

Antes de particionar

É importante entender que a particionação de um HD significa que você deixará sua máquina dividida em diversos setores, que podem funcionar de forma independente e com funções diferentes, de acordo com o que você necessita. Então, caso você queira formatar sua máquina, você pode particionar seu HD para guardar tudo o que desejam manter nele depois de formatado. Já outras pessoas preferem fazer a partição para rodar mais de um sistema operacional na máquina, funcionando de modo independente um do outro (Windows e Linux, por exemplo).

O disco local da máquina normalmente é conhecido como "C:" No computador com disco particionado, você verá outras letras, sempre seguidas de dois pontos ("D:", "E:" e assim por adiante).

Durante um particionamento, você terá de escolher qual sistema de arquivos será utilizado pelo sistema operacional (uma maneira de decidir como os dados serão armazenados e gerenciados no HD). No Windows, os mais comuns são o NTFS e o FAT32. Na dúvida, é bom utilizar o NTFS, que é mais seguro, pois permite trabalhar com maior volume de dados e permite acesso a arquivos mais elaborados. O FAT32, entretanto, é um sistema de arquivos mais rápido.

Particionando manualmente

Agora que está tudo esclarecido, chegou a hora de particionar o seu HD. É muito simples fazer isso manualmente. Basta seguir os passos abaixo.

1. Entre na tela do botão iniciar e clique com o botão direito do mouse em "Computador".

 

2. Selecione a opção "Gerenciar".

 

3. Na janela que aparecer, clique no item "Gerenciamento de disco".

 

4. Na parte superior central da janela, aparecerá todas as partes particionadas do seu HD. Clique com o botão direito em uma delas que você deseja diminuir (para dar espaço para uma nova) e escolha "Diminuir Volume...".

 

5. Digite no local apontado na imagem abaixo a quantidade de espaço que você deseja diminuir. Lembre-se que essa será a quantidade livre para um novo fragmento da HD. O tamanho é medido em MB, então para casa 1 GB que você deseja, coloque cerca de 1024 MB.

 

6. Depois de escolher a quantidade, clique em "Diminuir".

 

7. Veja que um novo espaço "Não alocado" foi criado. Você precisa criar um fragmento de HD para ele agora. Clique com o botão direito na imagem.

 

8. Clique em "Novo Volume Simples...".

 

9. Um assistente para Novas Partições irá abrir. Clique em "Avançar".

 

10. Agora escolha a quantidade de espaço que deseja colocar nessa partição. O limite é a quantidade que você retirou das outras partições já existentes. Depois clique em "Avançar".

 

11. Você terá de dar um nome para o local (igual o "C:", mas com outra letra). Todas as letras do alfabeto ainda não usadas estarão disponíveis. Escolha uma e clique em "Avançar".

 

12. Não é preciso alterar a última tela, a menos que você queira alterar o sistema de arquivs de NTSF para FAT32 (como explicado acima). Clique em "Avançar".

 

13. Clique em "Concluir" e pronto, você tem uma nova partição do seu HD disponível!

 

Veja que o novo espaço criado aparece como "Novo volume"

Excluindo um HD particionado

Caso você queira excluir um HD particionado, basta seguir os passos a seguir:

1. Na tela de Gerenciamento do computador (como descrito no tutorial acima), clique com o botão direito do mouse no HD particionado que deseja excluir e selecione "Excluir voume...".

 

2. Lembre-se que isso apagará os dados do local, então salve tudo em outro lugar se deseja guardar algum arquivo. Clique em "Sim" quando estiver pronto.

 

3. Agora clique novamente com o botão direito no mesmo local, mas selecione "Excluir Partição...".

 

4. Perceba pelo aviso que isso não vai torná-la disponível. Você terá de fazer isso manualmente. Clique em "Sim".

 

5. Agora clique com o botão direito em outra HD particionada para a qual você deseja redirecionar todo o espaço que sobrou. Selecione "Estender volume...".

 

6. No quadro que surgir, adicione todo o espaço em disco disponível e depois clique em "Avançar".

 

7. Se tudo estiver ok, clique em "Concluir". Com isso, você excluiu a HD particionada e transferiu o espaço para outro local.

Particione seu HD com a ajuda de programas

Outra maneira de criar partições no seu disco rígido é com o auxílio de programas. Eles são muito simples de serem usados e são parecidos com os passos mostrados no tutorial acima. Veja abaixo setes desses programas que você pode usar para facilitar sua vida na hora de particionar.

Obs. Sempre desabilite seu antivírus antes de usar esses programas. Ao particionar seu disco rígido com o auxílio de softwares, o antivírus pode causar conflitos com o programa e fazer o particionamento demorar horas, ao invés de alguns poucos minutos.

 

[sd|softid="36916"]

Esse programa pode ser usado tanto para particionar um HD novo para uso ou alterar o disco rígido para que ele suporte dois sistemas operacionais (como Windows e Linux). Ele é compatível com os dois sistemas mais comuns usados no particionamento (NTFS e FAT32) e é possível redimensionar e converter partições já existentes sem perder os dados gravados.

O resultado é obtido em poucos minutos e o PC reinicia com as alterações feitas, sem comprometer nenhum funcionamento. E tudo isso apenas usando a versão gratuita.


[sd|softid="37601"]

Esse programa é mais técnico, pois também permite recuperar sistemas que não reiniciam mais e resgata dados antes de formatar o disco. Apesar de ter uma interface clara, as ferramentas são voltadas para quem já sabe fazer repartições no HD. Por isso é recomendável apenas para quem tem conhecimento no assunto.


[sd|softid="55512"]

O Gparted permite fazer a partição do HD não só após a instalação de um sistema, mas também antes, pelo próprio disco de instalação. Isso porque ele roda de forma independente do sistema operacional, o que também permite que le funcione em Linux, Mac OS X ou qualquer outra máquina.

Ele suporta as funções básicas de formatação (NTFS e FAT32) e muitas outras existentes, para quem deseja fazer uma partição mais complexa. Também redimensiona, exclui, renomeia e altera partições existentes, além de checar e buscar possíveis erros nas divisões. Porém, é um programa um pouco mais complicado de configurar, exigindo um pouco mais de conhecimento por parte do usuário (é preciso configurar o teclado para ele, por exemplo).


[sd|softid="4134"]

Outro programa alternativo para esse tipo de função, porém mais simples. Ele permite visualizar a tabela de partições, tudo em um sistema que lembra o antigo MS-DOS.


[sd|softid="9129"]

Ele também suporta espaços para cópia de backup e junção de duas ou mais partições para criar uma só. Redimensiona partições antigas, mesmo que não tenham sido feitas por ele e converte formatos (NTFS, FAT32, Linux EXT2 e Linux EXT3). Outra vantagem é que, caso você faça alguma coisa e se arrependa, basta clicar em "Undo" ele ele reverterá a última operação realizada.

O único ponto fraco desse programa é que ele só roda nos sistemas: Windows 98, Windows NT, Windows 2000, Windows Millenium e Windows XP (além de Linux). E não existe previsão para uma atualização do software.


[sd|softid="20414"]

Ele redimensiona partições em FAT16, FAT32, FAT32x, NTFS, Ext2, Ext3 e Reiser. Também copia e move partições com qualquer sistema de arquivos, de maneira rápida. Faz conversões de FAT16 para FAT32 e FAT16 ou FAT32 para NTFS.

Além de deletar partições, com ele é possível ocultá-las, dando mais privacidade para o usuário. Ele também desfragementa o MTF (Master File Table - a estrutura básica do NTFS), o que gera melhoria na performance do sistema.

 

[sd|softid="13064"]

Faz partições de maneira bem rápido e fácil. Também é possível reorganizar suas partições e adicionar novos sistemas operacionais ou organizar seus dados. Ele suporta também HD externo e USB. O único problema é que tem problemas para rodar em versões superiores ao Windows XP.

| URL curta

Comentários ()


© Copyright 1998-2014 Grupo NZN | A empresa Privacidade Termos de uso Trabalhe conosco RSS Contato