Como encontrar a custom rom para seu aparelho Android

Descubra como encontrar uma ROM Android modificada para seu aparelho Android com esse guia feito para descomplicar essa árdua tarefa

Por Ricardo em 17/07/2013


Uma das grandes vantagens de se ter um aparelho com Android é que se você não estiver satisfeito com a aparência do sistema, ou as modificações realizadas pela operadora, pode simplesmente trocar launchers, usar livewallpapers para incrementar o visual e, com um pouco de esforço (e root), até tema de ícones.

Mesmo o Android possuindo mais opções de mudanças do visual, isso pode não ser suficiente para alguns usuários que gostam de explorar mais de seus aparelhos. Ao invés de só personalizar alguns elementos da interface, a ROM inteira é trocada por uma versão nova e um Android modificado não pelas mãos do Google.

Devido a natureza do Android, construído sobre software livre com licença GPL, o Google disponibiliza para a comunidade o código fonte do sistema, tanto para satisfazer as exigências da licença, quanto por um compromisso assumido (ao menos verbalmente). Com isso, muitas mudanças são criadas por desenvolvedores independentes.

A mais famosa e mais antiga ROM baseada no Android, e que possui um time sério de desenvolvedores comprometidos é a CyanogenMod. O código do Android original passa por modificações e personalizações, além de adições de funcionalidades que não existem no sistema do Google.

O time do CyanogenMod de fato chegou a influenciar positivivamente a gigante Google e alguns fabricantes. Por exemplo, a lista de ícones de acesso as funções do sistema, como o WiFi, Bluetooth, Dados entre outros, contendo os atalhos para ativação e desativação na barra de notificações apareceu primeiro no CyanogenMod.

O time sempre procura inovar e colocar características novas, como a definição de um intervalo de tempo de silêncio para não ser incomodado com um toque de mensagem de texto ou email recebido, e mais atualmente, a possibilidade de proteger o acesso a dados do sistema para um conjunto de aplicativos, ou um modo protegido.

E o time se esforça também para incorporar inovações inseridas nas últimas versões do Android em versões mais antigas do CyanogenMod para aparelhos que não suportam os últimos lançamentos, não deixando os usuários “na mão”e possibilitando uma sobrevida nos aparelhos mais antigos para quem se aventura a instalar o CyanogenMod.

Claro que nem todos os aparelhos existentes no mundo são contemplados com versões exclusivas do CyanogenMod. A equipe foca mais em aparelhos topo de linha, ou seja, últimos lançamentos de aparelhos parrudos. É aí que entram os “ports”, em que o sistema é portado por um ou mais desenvolvedores que possuem um aparelho não compatível com o CyanogenMod.


Esse ou esses desenvolvedores independentes do time principal adaptam o Cyanogenmod aos aparelhos não suportados oficialmente. Normalmente esses desenvolvedores possuem tais aparelhos e por isso o fazem. Eles se concentram em um fórum especial destinado a apresentar e compartilhar seu trabalho com outros.

Há ports para centenas, talvez milhares de dispositivos de diferentes fabricantes. E não é só a ROM CyanogenMod que eles trabalham, mas outros projetos menos conhecidos e também independentes, como a MIUI, uma versão modificada do Android que de início, mantinha um foco de similaridade com o iOS. Assim como o CyanogenMod, existente para aparelhos top.

A MIUI é uma modificação de origem chinesa da empresa Beijing Xiaomi Corporation, criada para fornecer um sistema para aparelhos específicos da empresa, mas que devido as modificações introduzidas e recursos únicos, chamou a atenção de muitos desenvolvedores e entusiastas fizeram um esforço de portá-lo e que, foi disponibilizado e está disponível para outros aparelhos que não de uma linha em específico.

Mais outra opção nascida com base no Android puro disponibilizado pelo Google, temos a AOKP (Android Open Kang Project), uma ROM customizada seguindo a mesma linhas de desenvolvimento do CyanogenMod, ou seja, uma ROM diferenciada pelos recursos introduzidos, inovações acrescentadas pelo time ou incorporadas pelo Google.

Além dessas opções, tem as Stock ROMs, que são as ROMs Android modificadas pelos fabricantes de cada dispositivo e que sofre modificações por parte de desenvolvedores independentes onde são acrescidos recursos de aparelhos mais atuais, modificações de aparência, melhorias em performance através do uso de inúmeros Tweaks, kernels modificados, entre outros.

Como você pode ver, não é necessário trocar de aparelho a cada ano gastando uma soma considerável de dinheiro. Com todas essas opções, você pode atualizar a ROM, ou ao menos utilizar uma modificação personalizada para maximizar seu investimento e melhorar sua experiência. Uma opção bastante viável quando a fabricante não disponibiliza uma atualização do Android para seu dispositivo por questões comerciais óbvias.

Tudo nesse rico ecossistema só é possível devido a licença GPL, presente no núcleo do Android, o Linux, que exige o compartilhamento de código e melhorias para que todos tenham acesso. Mesmo o Android sendo um conjunto de outros recursos e softwares que não precisariam ser disponibilizados, o Google contribui com a comunidade compartilhando, mesmo que com algumas restrições, à sua tecnologia.

E, para você que ficou curioso em saber se existe uma Custom ROM (ROM customizada) para o seu aparelho, ou já se cansou da mesma aparência de sempre do seu Android onde não basta só trocar de launcher, vamos ensinar como percorrer e descobrir as ROMs existentes para o seu gadget. E quem sabe, fazer você mudar de ideia se estava pensando em trocar de aparelho. Bem vindo ao universo dos Androids customizados!

Conhecendo as opções

O time do CyanogenMod não só são hackers interessados em criar sua própria experiência em smartphones e tablets. Eles possuem um site bastante profissional e muito bem feito para disponibilizar sua ROM. No entanto, devido a quantidade enorme de aparelhos, pode ficar um tanto confuso para quem é novo nesse universo das ROMs customizadas. Também pode ter alguma dificuldade quanto a os termos usados nas versões disponibilizadas.

Quanto a isso, iremos dar uma forcinha. No fórum XDA-Developers (um lugar para desenvolvedores disponibilizarem suas criações), como todo fórum existente, a dinâmica pode ser bastante confusa devido a enorme quantidade de postagens. Pense que para cada aparelho, pode haver inúmeras ROMs modificadas, tópicos de dúvidas, aplicação de modificações sem necessariamente trocar a ROM, etc. É muita informação mas está bem organizada e o fórum possui mecanismos de pesquisa e filtros competentes.

Temos ainda os sites da MIUI e AOKP, ambos possuem um funcionamento semelhante. Vão retornar resultados dos dispositivos suportados. No site da MIUI, há links para grupos separados por países, e inclusive possui um grupo brasileiro. Mas infelizmente, se seu dispositivo não é suportado, ROMs portadas serão mais fáceis de encontrar no fórum XDA-Developers, onde são disponibilizadas para downloads, bem como tutoriais de como fazer para instalar.

Acessando os sites

A ênfase vai ser dada no CyanogenMod, pois de longe este site é o que possui mais informações e até uma Wiki alimentada por desenvolvedores, tanto para aparelhos suportados oficialmente, quanto para os ports não oficiais.

CyanogenMod


Comece acessando o site do Cyanogenmod.org clicando aqui. A página principal é bem simples. Repare que no topo, ao lado direito existem opções de navegação. Selecione Device (dispositivo).


Você vai ser direcionado a uma área parecido com um wiki. Não se atenha a linguagem, que pode não estar completamente traduzida. Algumas partes estão em alemão e outras em inglês.

Você pode filtrar por nome do aparelho, fabricante, tipo, e a versão que deseja procurar. Basta ir marcando os filtros necessários. Você também pode fazer uma busca visual, clicando no link show all devices.


Na busca visual, note que embaixo da foto e nome do dispositivo, há um pequeno nome menor, mais claro. Trata-se do nome código do produto. Importante guardar o nome código do seu dispositivo para não errar a ROM ou para servir de auxílio em pesquisa também.

Basta clicar na foto do dispositivo para que você seja levado a área de download das versões existentes da ROM para ele. Na página seguinte, você vai se deparar com bastante informação sobre códigos, links, etc. É mais voltado a desenvolvedores. Você vai notar, logo abaixo de "Get CyanogenMod for (nome do sispositivo)" quatro círculos. Cada um deles refere-se a um estágio de desenvolvimento. São clicáveis.

Explicando o que cada uma das opções e código quer dizer:

N: Nightly - Versão ainda em estágio de desenvolvimento inicial. Está instável e com muitos bugs. Voltado para entusiastas que querem acompanhar o desenvolvimento, conhecer como vai ficar, etc;

M Snapshot - Mais estável do que a versão Nightly (N), mas com várias questões de bugs para resolver. Ainda somente para quem quer acompanhar o desenvolvimento e é curioso demais. Não é confiável para usar no dia-a-dia;

RC: Release Candidate - Quase lá. Normalmente assume esse status a ROM antes da versão final a ser lançada, mas que ainda possui poucos bugs ou bugs sem tanta importância. Já está estável suficiente para usá-la no dia-a-dia;

S: Stable - Versão estável e final. Todos os bugs conhecidos foram corrigidos e essa é a versão para distribuição e totalmente segura para uso no dia-a-dia sem comprometer a experiência do usuário.

Clique em qualquer dos círculos para ser enviado a página de download, contendo os arquivos para a instalação da nova ROM. Ainda é possível buscar um compilado de aparelhos que possuam versões beta da ROM, que você pode fazer clicando aqui.

XDA-Developers

Acessando o fórum do XDA clicando aqui, a primeira reação costuma ser de total confusão. Mas não é bem assim. Note que no canto superior direito, há duas barras de pesquisa. Selecione aquela com a frase "Type to find your device...". É ali que você vai buscar pela marca e modelo do aparelho.

Selecionado o dispositivo, a próxima página irá trazer tudo sobre o aparelho, organizado por data e relevância. Mas dá para filtrar isso, selecionando o que deseja no topo do box. No nosso caso, queremos as ROMs, tudo o que tiver.

Você pode notar no nosso exemplo que existem diversas ROMs diferentes. Basta escolher, e ver qual te agrada mais. Normalmente os desenvolvedores disponibilizam screenshots mostrando como é a ROM, os diferenciais, como instalar, etc.

Claro que o fórum XDA é repleto de dicas, modificações (mods), ferramentas, programas para uso com o aparelho, no caso para restauração, etc. Essas informações ficam um pouco dispersas, pois trata-se de um fórum com muito conteúdo inserido diariamente.

Mas a forma apresentada aqui é a mais simples para se achar o que precisa de forma rápida. Mas, caso não encontre seu aparelho listado no campo de busca de devices, você ainda tem um recurso para usar.

Lembra-se que eu disse para você guardar o nome código do seu dispositivo lá no site do CyanogenMod? Pois bem. Utilizando o outro campo de busca, ao lado do que é usado para a busca por aparelho, escreve o nome código do seu dispositivo. É realmente muito difícil não retornar resultados.

 MIUI

O site da MIUI que pode ser acessado aqui, é o que possui menos informações, cabendo a comunidades de desenvolvedores que fazem o port dessa ROM que traz uma experiência Android única. A princípio, a ROM foi baseado na usabilidade do iOS da Apple, mas que com o tempo foi definindo uma indentidade própria.

Essa ROM é padrão dos dispositivos Xiaomi, famoso na China. Devido ao enorme sucesso e por oferecer um diferencial de modificações mais profundas na experiência de uso do Android, ela acabou sendo disponibilizada para outros aparelhos. Mas também, só contempla aparelhos top já lançados.

Também aqui, acessando a área Downloads, no topo direito do site você é levado a uma lista de comunidades em vários países. No canto direito, uma pequena lista de dispositivos suportados oficialmente. Se seu aparelho não está listado, pode ser que o encontre na comunidade do Brasil. Caso contrário, se houver alguma ROM Miui portada, é mais fácil encontrá-la no fórum XDA-Developers.

AOKP - Android Open kang Project

No site da AOKP, que pode ser acessado aqui, também falha em oferecer informação relevante para quem busca instalar a ROM. Acessando a área Devices, no topo direito do site, você é levado a uma lista de dispositivos oficialmente suportados. Novamente, assim como a ROM MIUI citada acima, qualquer port é mais fácil de ser encontrada no fórum XDA-Developers, caso seu aparelho não conste na lista.

Não espere mudanças de visual em relação ao CyanogenMod. Na verdade as duas são muito parecidas e, após o lançamento do ICS por parte do Google que adotou uma identidade visual, praticamente igual as customs como CyanogenMod ou AOKP. Qualquer grande modificação na aparência são personalizações em cima dos ports dessas ROM, criadas por grupos diversos.

O grande destaque por traz do AOKP em relação ao CyanogenMod, estão em opções que não existem nesta última, como a possibilidade de personalizar ícones da área de notificação, ativação e desativação de recursos padronizados, mudanças em temas como cores no sistema ou ícones. Mas sempre mantendo a identidade do sistema Android original.

Mais do que uma aventura

Esse foi o primeiro passo para quem deseja instalar uma custom ROM no seu aparelho e quem sabe, extender a vida útil do mesmo economizando com a compra de um novo que traga um sistema atualizado.

Opções, dependendo do aparelho, existem aos montes e com certeza existe uma com a sua cara. Os desenvolvedores sempre estão iniciando novos projetos de ROM's baseadas nas citadas acima, e indo além, trazendo modificações que o dev achou interessante incluir.

Além da escolha da ROM, há outros passos necessários para se instalar uma custom ROM, e isso varia de aparelhos para aparelho, com ferramentas específicas de acordo com o fabricante. Mas o ponto inicial foi dado que é conhecer as opções e como encontrá-las. O restante, fica para uma próxima.

Fonte(s)
Imagens
| URL curta

Comentários ()


}