Declaração do Imposto de Renda de 2014

Começa dia 6 de março a entrega do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2014. Você tem até 30 de abril para realizar sua declaração. Não se esqueça de fazer o download dos programas necessários e confira várias dicas para você não ter problemas com o Leão.

Por Lucas Takashi Hagui em 25/02/2014


O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2014, ano base 2013, começa em 6 de março e vai até o dia 30 de abril. Quem perder o prazo terá que pagar uma multa que vai de R$ 165,74 a até 20% do imposto devido.

Assim como no ano passado, as declarações via internet estão mais populares devido a sua facilidade e praticidade. Certamente, quem declarar seu Imposto de Renda Física não vai ter problemas esse ano, mesmo se você não tiver muito conhecimento em informática. Mesmo assim, o Superdownloads preparou um especial com dicas e passos para você enviar a sua declaração com sucesso.

As regras

São obrigadas a apresentar a declaração as pessoas físicas que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 25.661,70 em 2013 (ano-base para a declaração do IR 2014).

Os contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no ano passado também são obrigados a declarar.

A apresentação do IR é obrigatória, ainda, para quem teve, em qualquer mês de 2013, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência de imposto, ou também realizou operações na bolsa de valores.

Além disso, quem teve a posse ou a propriedade de bens ou direitos em 2013, de valor total superior a R$ 300 mil, também deverá declarar o Imposto de Renda neste ano.

Quem passou à condição de residente no Brasil também devem realizar a declaração do IR. Quem optou pela isenção do imposto sobre a renda incidente sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais, cujo produto da venda seja destinado à aplicação na aquisição de imóveis também deve declarar.

Também é obrigatória a entrega da declaração de IR 2014 para quem teve, em 2013, receita bruta em valor superior a R$ 128.308,50 oriunda de atividade rural.

Se você não se enquadra em nenhuma desses casos que obrigam a declaração, que conste como dependente de alguém que faz a declaração ou cujo bens foram declarados pelo conjunge, está dispensado da entrega.

No entanto, se você tiver imposto retido na fonte e tenha direito à restituição, só poderá recebê-la se enviar a sua declaração.

Mudança na entrega

Não é mais possível entregar a declaração nas agências via disquete, a partir desse ano, as declarações agora devem ser feitas pelo programa Receitanet.


Lembre-se: nada de disquetes!

| URL curta

Comentários ()


© Copyright 1998-2014 Grupo NZN | A empresa Privacidade Termos de uso Trabalhe conosco RSS Contato