Confira essa lista de game engines gratuitas

Utilize um desses softwares gratuitos para começar a criar os seus jogos

Por Lucas Takashi Hagui em 19/08/2014


Criar um jogo não é uma tarefa fácil, pois é necessário um grande estudo para decidir gênero, público-alvo, temática e outros aspectos mais técnicos. Entretanto, a escolha da ferramenta correta pode facilitar muito o seu trabalho, pois muitas oferecem uma série de recursos que vão poupar boa parte de seu tempo, evitando trabalhar em uma função pronta.

Se você estiver disposto a desembolsar uma quantia, existe diversas ferramentas pagas e renomadas que facilitam essas criações. Mas se você não quer gastar muito dinheiro, pois pensa em criar apenas um jogo como primeira tentativa de entrar no mercado, a melhor alternativa é escolher uma ferramenta gratuita e que ainda ofereça ótimos recursos para seu game.

GameMaker

Se você busca criar um jogo 2D mas não é "expert" em programação, o GameMaker é a opção ideal. Ele oferece recursos simples para sua criação, como sistema de "tile", linguagem de script, sprites simples de adicionar e uma interface amigável.

Além disso, essa ferramenta foi escolhida para essa lista por ter uma comunidade muito ativa e interessada em ajudar as outras pessoas, pois você pode encontrar tutoriais e resolver dúvidas diretamente em seu fórum.

M.U.G.E.N.

Diferente da ferramenta anterior, M.U.G.E.N. é para uso exclusivo à criação de jogos de luta. Famoso pelas diversas criações de fãs e por ser utilizada desde 1999, ela ainda pode proporcionar um ótimo ambiente para a criação de games mais evoluídos, mas é necessário que você se empenhe um pouco mais para isso.

RPG Maker Lite

Assim como M.U.G.E.N. é para luta o RPG Maker é para o role-play. Essa ferramenta também é bem famosa, mas infelizmente muitas pessoas não dão crédito à ela.

RPG Maker permite que você crie o seu próprio game de RPG e a sua incrível variedade de opções e personalizações (que não são muito exploradas) são grandes diferenciais da ferramenta. Além disso, existe uma série de plugins (pagos e gratuitos) que vão complementá-la, abrindo ainda mais a quantidade de opções para o seu enredo virar um game.

Stencyl

Se você quer algo mais simples que o GameMaker, Stencyl é a ferramenta que você procura. Ela oferece uma forma totalmente visual para criar o seu jogo, pois você vai utilizar apenas os scripts básicos para implementar as funções em seu jogo.

Além disso, ele oferece uma loja gratuita que permite a aquisição ou o uso livre de uma série de recursos, scripts e sprites.

Unity

Destaque de diversas criações indie (como Dead Trigger), a Unity3D é a ferramenta mais complexa da lista. Mesmo sendo gratuita, é preciso que você tenha paciência, tempo e conhecimento em C# ou javascript para programar e um modelador para os personagens 3D. Além disso, ela oferece um ambiente perfeito para a realização de testes em tempo real.

Outro destaque está na sua atualização recente, que permite trabalhar tranquilamente com jogos 2D, incluindo a inserção de sprites.

WiMi5

Diferente das cinco ferramentas já citadas, WiMi5 é totalmente online permite que você crie um jogo sem instalar nenhum componente em sua máquina. Com base em HTML 5, você pode criar uma série de jogos em 2D sem saber programar uma linguagem específica.

A maior vantagem dessa ferramenta é o sistema de desenvolvimento de ações com base em sua lógica, pois você não precisa definir um script fixo, mas apenas interligar a lógica para que o game se desenvolva. Além disso, é importante ressaltar que o HTML 5 é uma linguagem leve, o que deixa o jogo com menos lag.

Lembrete e dicas!

É importante que você se empenhe para criar o seu jogo, pois essas ferramentas são simples, mas não vão fazer todos os outros estudos necessários para a criação de um game, como criação de roteiro, personagem, mecânicas e diversos outros aspectos. Então escolha a ferramenta, comece os estudos.

Se você se interessar, também existe uma série de sites online que oferecem um enorme espaço para as criações indie, como o Desura, o GameJolt, o IndieDB e o Steam Greenlight.

Fonte(s)
Imagens
| URL curta

Comentários ()


}